100%

Pacientes estão esperando até quatro horas por atendimento no Centro Oncológico em Rio do Sul e vereador Mário da Saúde cobra explicações do Hospital Regional

Acordar de madrugada e encarar horas na estrada em busca de atendimento em outras cidades. Essa é a rotina de dezenas de pessoas que diariamente procuram atendimento em centros especializados. No Alto Vale do Itajaí um dos principais destinos é o Centro Oncológico do Hospital Regional Alto Vale, em Rio do Sul. Mas a espera pelo atendimento, que em alguns casos chega a durar quatro horas, gerou debate na Câmara de Vereadores de Ituporanga na sessão de segunda-feira, dia 14.
  
O vereador Mário Hillesheim, o Mário da Saúde (PSDB), comentou durante seu pronunciamento na tribuna a notícia do atraso médio de três a quatro horas no atendimento dos pacientes. O vereador solicitou por meio de requerimento que o presidente da Fundação de Saúde do Alto Vale do Itajaí – Fusavi, Giovani Nascimento, esclareça os fatos que vem ocorrendo no Centro Oncológico.
 
Mário destacou que foi uma luta grande de muitas pessoas para que o Centro Oncológico fosse implantado no Hospital Regional em Rio do Sul, mas lamentou o que está acontecendo. “Acho que teriam que ter um pouco de respeito com as pessoas. Já são pessoas debilitadas, não são só de Ituporanga, são do Alto Vale todo. Eu converso com vários motoristas de saúde que transportam esses pacientes, colegas meus, que estão com o mesmo problema”, comentou.
 
De acordo com o vereador, o presidente da Fusavi poderia conversar com os médicos sobre os horários de atendimentos. “O senhor Giovani pode dar uma resposta pra gente e cobrar desses médicos. Se eles realmente não puderem atender no horário que marcam, mas que marquem no horário que realmente vão chegar. A pessoa não precisa ficar lá sentada de três a quatro horas esperando para receber um atendimento. Eu acho que um pouquinho de bom senso poderia ter para o atendimento dessas pessoas”, cobrou o vereador.
 
Além do tempo que os pacientes levam nas ambulâncias para chegarem ao local, às longas horas até o fim dos procedimentos também foram comentadas. “Como foi citado, tem pacientes que vão fazer quimioterapia e chegam sete horas da manhã, e vão ser atendidos às onze horas, meio dia, para daí fazerem mais três ou quatro horas de tratamento, relatou o vereador Mário, que lembrou mais uma vez o tempo esperado para a abertura do centro. “Realmente foi uma luta muito grande para a abertura do Centro Oncológico em Rio do Sul. Esperamos que todos sejam atendidos conforme é preciso”, encerrou.
 
O requerimento foi assinado por todos os vereadores de Ituporanga e encaminhado a Fusavi, mantenedora do Hospital regional Alto Vale.
 
Câmara de Vereadores de Ituporanga
Assessoria de Comunicação
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 15/05/2019 - 10:37:59 por: Erlon Carlos Thiesen - Alterado em: 15/05/2019 - 10:37:59 por: Erlon Carlos Thiesen

Notícias