Presidente da Câmara de Vereadores antecipa devolução de recurso para o Executivo

Os 30 mil reais serão utilizados na reforma da galeria pluvial que atravessa a Escola de Educação Básica Aleixo Delagiustina. A entrega do cheque ao Prefeito Osni Fransisco de Fragas “Lorinho” aconteceu na terça-feira (20)

            Um dos assuntos mais discutidos na sessão da última segunda-feira (19) foi o problema na galeria pluvial no bairro Santo Antônio, e que, atravessa a Escola Aleixo Delagiustina. A galeria estaria obstruída impedindo o escoamento da água. Como parte dessa tubulação passa por baixo do ginásio da escola, a solução encontrada para o caso, foi a construção de um desvio com cerca de 100 metros de extensão. Durante a sessão, no uso na tribuna, o Presidente da Câmara Adriano Coelho (PP), explicou que estaria antecipando a devolução de recursos da Casa ao Executivo para que a obra seja realizada. “Os 30 mil reais serão entregues ao prefeito para que o executivo possa fazer a obra. A Agência de Desenvolvimento Regional de Ituporanga se comprometeu em fazer a terraplanagem. A nossa parte será feita e estarei cumprindo com o prometido lá na escola depois da minha visita”, declarou o vereador.

            Adriano disse que ao visitar a escola conseguiu ver o tamanho do problema e ficou assustado. Segundo ele a situação é grave e precisa de uma solução com urgência. “São vários metros de profundidade, uma galeria antiga, o peso do aterro e os problemas de infiltração na galeria acabaram rompendo alguns tubos e a solução seria refazer parte dessa galeria. Segundo as informações que recebemos da diretora da escola, o valor da obra seria muito alto e a escola não teria condições de arcar com os custos. Como a prefeitura passa por dificuldades financeiras e a ADR não pode mexer com tubulação, porque aquela galeria é de responsabilidade do município, a solução foi antecipar esse recurso”, frisou.

            Logo após a visita à escola o vereador contou que entrou em contato com a ADR que informou a existência de uma solução para o problema. “Seria a construção de uma caixa de junção no local, onde a galeria ainda está em boas condições, juntamente com um desvio da galeria, tirando essa parte que fica abaixo do ginásio da escola, margeando o ginásio e levando até ande a água já passa”. Coelho apresentou ainda um orçamento para a obra. Segundo ele seriam necessários cerca de 30 mil reais, mais os maquinários que a ADR já se comprometeu em pagar.

            Além da entrega do cheque no valor de 30 mil reais, que aconteceu na tarde dessa terça-feira (20) o presidente da câmara participou de reunião com representantes da empresa COSATEL e da Casan. Adriano cobrou a recuperação das ruas onde foi instalado o sistema de esgotamento sanitário e que se encontram, na sua maioria, em péssimas condições.