Suspensas as inscrições para concurso publico da Câmara de Vereadores de Ituporanga

Empresa que realizaria o concurso é impedida de participar do processo pelo Ministério Público por descumprimento de contrato no Rio Grande do Sul.

Foi publicada na última quinta-feira (11) pela Câmara de vereadores PORTARIA Nº 444, que suspende a realização do concurso público que seria realizado pela empresa LEGALLE CONCURSOS E SOLUÇÕES INTEGRADAS para provimento de vagas do quadro geral de servidores da Câmara de Ituporanga. Segundo o presidente da Casa, Jaime Roberto Sens (PSDB) o concurso foi suspenso, porque a empresa LEGALLE encontra-se com o direito de licitar e contratar com o Poder Público suspenso. "Tomamos ciência dessa situação por meio do Ministério Público.   Essa empresa acabou descumprindo contrato firmado com o Município de Bom Jesus/RS e em razão disso, visando evitar prejuízos aos candidatos, o concurso foi suspenso", comentou.

Jaime destacou ainda que os candidatos que porventura já tenham pago o boleto de inscrição serão ressarcidos, tão logo seja rescindido de forma definitiva o contrato com a LEGALLE. "A empresa foi notificada e tem cinco dias úteis para apresentar sua defesa e demonstrar inequivocamente que a referida sanção não subsiste", explicou.

Um novo procedimento administrativo para contratar uma nova instituição para realização do certame deve ser instaurado em breve. O concurso suspenso previa vagas para Agente Legislativo, Assessor Jurídico, Contador e Controlador Interno, os salários variam de 3.199,99 a 5.789,33.

Assessoria de Comunicação

Erlon Carlos