Vereador denuncia desaparecimento de violões na Casa da Cultura

Caso foi levantado durante a sessão de segunda-feira (26) pelo vereador Marcelo Machado.

O desaparecimento dos violões foi levado até a Câmara de Vereadores na sessão de segunda-feira (26) pelo vereador Marcelo Machado (PP). Segundo ele, as aulas de violão não estão sendo realizadas por falta dos instrumentos, e foi por isso que uma sindicância foi instaurada. “Com base no relatório do ano passado de todo o inventário da Casa da Cultura estão faltando 22 violões, são violões da marca VGA 203, que no mercado livre segundo consulta que fiz, custam em média cada um R$ 250,00. Parece não ser muito, mas é patrimônio público, totalizando o prejuízo chega a quase 6 mil reais”, explicou.

O vereador ainda destacou que a sindicância irá ouvir todos os funcionários, inclusive os que fizeram parte da equipe até 2016, que pertenciam a gestão anterior. “Muito se falou nas sessões passadas do sumiço de palanques e telas do antigo estádio, vamos então colocar outras situações aqui. Levantar realmente tudo o que aconteceu, por isso foi aberto sindicância, porque os violões também são patrimônio público e onde é que eles estão, o que fizeram com eles? Isso é uma resposta que certamente virá com a investigação", afirmou.

O vereador Édio Daniel Fernandes “Edinho” (MDB) que foi Diretor de Cultura do município até março de 2016, explicou que antes de sair para concorrer as eleições fez levantamento de todo o patrimônio da Casa da Cultura e que na época haviam 25 violões e que as aulas estavam acontecendo normalmente. “Deixei 25 violões, sendo 5 na Casa da Cultura e os outros 20 foram distribuídos nas Escolas Bernardina Farias Matos, Pedro Junior Muller e no Professor Curt Hamm. Até aquele momento em que eu estive a frente da pasta era essa a situação. Sou favorável a sindicância e me coloco a disposição para ajudar no que for preciso, estou tranquilo que antes de sair fiz o levantamento e estava tudo na mais perfeita ordem”, garantiu o vereador.

Marcelo Machado finalizou destacando que a informação trazida pelo vereador Edinho é importante e que precisa ser averiguado nas escolas citadas se os equipamentos estão lá. “Até interessante essa informação que estavam nessas escolas, isso já ajuda bastante, então, depois dessa sindicância, de todos os funcionários ouvidos, com certeza teremos uma resposta e traremos a população”, concluiu.

Assessoria de Comunicação

Erlon Carlos