Vereador destaca importância do voto regional

Na sessão da última segunda-feira o vereador Adriano Coelho (PP) relatou que a população precisa ser orientada sobre o voto regionalizado.

Nesse ano de 2018 a população de todo o país irá às urnas escolher novo presidente, senadores, governadores, novos deputados federais e estaduais, época de reflexão e de orientação ao voto consciente. O vereador Adriano Coelho (PP) na sessão da última segunda-feira (07), levantou o assunto e destacou a importância de orientar os eleitores. Segundo ele é preciso levar até a população, mesmo desacreditada com tantos escândalos na política nacional, que são essas pessoas eleitas por eles, que de Florianópolis ou Brasília mandarão recursos para a cidade e a região. “Nós vereadores sabemos da dificuldade em conseguir recursos seja no Estado ou na Federação. Ouço por aí as pessoas dizendo que vão votar em branco ou até anular o seu voto. Isso é um erro grande, porque independente dessa atitude, alguém vai chegar ao poder. Nós precisamos eleger pessoas aqui da nossa região que lutem pelo Alto Vale seja em Florianópolis ou Brasília”, explicou.

Coelho salientou que os vereadores e prefeitos do Alto Vale precisam ter portas abertas nos dois setores e que a ajuda vinda de deputados tanto estaduais quanto federais é muito importante e essa ajuda fica mais fácil  se forem representantes políticos aqui da região. “Nós precisamos lutar, por ser do interior, pelo voto regional, independente da sigla partidária. Algumas vezes aqui elogiei o Deputado Peninha (MDB), e agora da última vez que fui a Brasília o Deputado Esperidião Amin (PP), colocou toda a sua estrutura à disposição, conseguimos encontros importantes lá”, disse.

Para o vereador Adriano o Alto Vale tem potencial de eleger dois ou até três deputados federais e de quatro a cinco estaduais, no entanto  estão sendo eleitos com dificuldade apenas dois: um estadual e um federal. "É possível mudar essa realidade, basta que o eleitor tenha consciência e vote em candidatos da nossa região", finalizou.

Assessoria de Comunicação

Erlon Carlos