Vereador pede redutor de velocidade na SC 110 que liga Ituporanga a Petrolândia

O pedido foi feito pelo Presidente da Câmara Adriano Coelho (PP) na sessão de segunda-feira (7) durante uso da palavra livre.

               Há alguns dias mais uma morte foi registrada na SC 110 que liga Ituporanga a Petrolândia, no trecho da área industrial que margeia o Bairro Nossa Senhora de Fátima. A falta de segurança no local foi novamente discutido na Câmara de Vereadores de Ituporanga na sessão de segunda-feira (7), o Presidente da Casa, Adriano Coelho (PP), durante o uso da palavra livre pediu a instalação de mais um redutor de velocidade. Ele destacou a importância de uma lombada no local, já que a reta tem cerca de três quilômetros de extensão e os motoristas abusam da velocidade. Ele lembrou que os moradores do bairro lhe entregaram um abaixo assinado e que ele fez questão de entregar em mãos ao Secretário Executivo da ADR de Ituporanga, Elias Souza. “Muito difícil eu entregar um pedido ou indicação pessoalmente, mas eu fiz questão de levar em mãos ao Secretário Regional a indicação solicitando a lombada lá no Bairro Nossa Senhora de Fátima, é uma reta de três quilômetros que os carros andam em altíssima velocidade. O Secretário me afirmou que levaria a solicitação a Lages e buscaria a solução, mas até agora não tivemos resposta”, explicou o vereador.

               Coelho ainda afirmou que talvez aquela lombada poderia ter salvo a vida da criança que acabou sendo atropelada e morta naquele trecho. Segundo o vereador ele já conversou com o Prefeito Osni Francisco de Fragas “Lorinho” que comunicou que isso é dever do Estado. “Eu disse a ele vamos fazer a lombada, mesmo sendo de responsabilidade do Estado, vamos tomar frente e vamos fazer. Faz a lombada, coloca a placa, sinaliza e faz de uma vez, é simples é barato e pode salvar vidas. O motorista pode sair alguns minutos antes de casa, passar por três lombadas, mas as vidas perdidas não voltam mais. Eu peço então encarecidamente que o Governo do Estado dê uma resposta, se não for fazer avisa. Eu vou cobrar do Prefeito e eu tenho certeza que ele vai me atender e vai colocar a lombada lá". Adriano lembrou também da importância da construção de um ciclovia para ligar o centro ao Bairro Nossa Senhora de Fátima e a área industrial, bem como a tão sonhada passarela da ponte Irineu Bornhausen.

Sinaleiras

               O vereador durante o uso da palavra livre salientou ainda que conversou com o Prefeito a respeito da alteração das sinaleiras. “Instalar sinaleiras com contagem regressiva ou decrescente, tem que ser alterado, mas parece que o valor não é tão simples assim. Já conversei com o Prefeito e ele de imediato pediu um orçamento, e dependendo do valor nós temos a economia da Câmara de Vereadores e podemos adiantar o repasse para a Prefeitura. O importante é que essa mudança aconteça o quanto antes, porque na minha opinião  já passou da hora. Quem furar a sinaleira com contagem regressiva aí sim precisa levar a multa e ser penalizado”, finalizou o vereador.